RSS Feed
    Pesquisa avançada 
gamer_boy entrevista Yoboy
Entrevista feita pelo gamer_boy e publicada pela Central MiB em 15/02/2005:


gamer_boy: Apresente-se, YoBoY.

YoBoY: Sou o YoBoY do novo grupo de tradução de jogos GBA (até ver outro sistema) "Pocket Traduction". Atualmente estou envolvido na tradução do Megaman Zero (o primeiro) com outro parceiro (Lestat), que está quase acabada (foi liberada no dia 25/12/2004), e depois vou traduzir o Megaman Zero 3 (já comecei a ver um pouco).

gamer_boy: Conte um pouco da sua vida com relação a vídeo-games e jogos.

YoBoY: Tive o meu primeiro console (Super Nintendo) em 1993, e depois veio um Game Boy (que desapareceu...), o Playstation, o Dreamcast e agora o GBA e o X-Box. Entretanto, encontrei a emulação em 1997 e fiquei apaixonado em poder jogar os jogos de Super Nintendo no meu computador. Desde este tempo, estou sempre a acompanhar a volta da emuscene, ajudando de vez em quando...

gamer_boy: Você é um fã de algum vídeo-game (e/ou) micro (qual o sistema , ex: Amiga) e qual o seu estilo de jogo preferido?

YoBoY: Os RPGs são os meus jogos preferidos (nunca vou poder me esquecer do Final Fantasy 3) e o meu console preferido é o Super Nintendo, talvez porque foi o primeiro em que os jogos eram tão bons.

gamer_boy: Como foi e com qual emulador você se iniciou na emulação? Como foi a sua primeira experiência com a emulação? Como conheceu os emuladores? Qual foi o primeiro emulador que você utilizou?

YoBoY: Hehe... Tantas perguntas só numa frase... Entrei na emulação em 1997 com o ZSNES, mas no meu velho computador (486DX4 100MHz) não dava nada, tornei-me para os jogos Game Boy (não me lembro do nome do emulador). O conhecimento veio dos amigos na escola, começamos a colecionar as ROMs de diversos sistemas (ainda não tinha os goodxxx).

gamer_boy: Qual seu emulador/jogo preferido? Por quê?

YoBoY: Deve ser o Snes9x porque gosto muito do Super Nintendo e não gosto do ZSNES. E o jogo preferido pode ser o Final Fantasy 3.

gamer_boy: Como foi a sua primeira experiência com o RomHacking?

YoBoY: A minha primeira experiência a tentar fazer romhacking é o que estou a fazer agora, traduzir.

gamer_boy: Qual foi a primeira tradução que você utilizou (de terceiros) e a que você criou / traduziu (favor informar o sistema/videogame)?

YoBoY: A primeira tradução já não me lembro bem, mas deve ser a tradução do Final Fantasy 3 pelo grupo Terminus. E o primeiro que traduzi foi o Megaman Zero do GBA.

gamer_boy: Quando foi e por qual motivo você decidiu participar do RomHacking Scene (cenário da tradução de ROMs / jogos em geral)? E o que te levou a traduzir?

YoBoY: Bem... Estou sempre no Fórum do Player Advance que fala dos jogos de GBA em geral e alguns decidiram criar um grupo de tradução. Num certo momento, estava pensando em como poderia ajudar (curiosidade) e fiquei por lá.

gamer_boy: A que grupo você pertence(u) / fundou? Conte um pouco da história do grupo.

YoBoY: Foram vários... Alguns já não existem (não é muito bom dar ROMs na rede francesa), mas agora faço parte do Pocket Traduction e do Player Advance (ainda não sou do grupo que controla, mas falta pouco).

gamer_boy: Teve algum grupo supra-sumo (extremamente avançado em relação aos demais) no RomHacking?

YoBoY: Não.

gamer_boy: Como você / grupo se preparou ao iniciar os projetos (fez algum uso de alguma metodologia, how-to, cronograma, procedimento, pesquisa)?

YoBoY: O grupo é novo, não temos regras ainda bem definidas. Começamos como todos lendo tutoriais na rede (eu tenho sorte em poder ler o inglês, o português e o francês). Seguimos os tutoriais e modificamos para adaptar aos nossos objetivos. Para a minha tradução também decidi que ela só aparecerá na rede quando estiver "quase" pronta (beta test e depois gold). No caso dos outros projetos, quem tem a responsabilidade é o chefe do projeto (é por isso que muitos projetos são iniciados, mas são poucos os terminados). Também é uma maneira de ver quem são os membros sérios...

gamer_boy: Durante o processo, quais foram os problemas encontrados? E as soluções?

YoBoY: Hummm, pergunta difícil. Os problemas foram de aprender a traduzir, compreender os ponteiros do GBA (eu sou o único no grupo que compreende) e também encontrar coisas comprimidas (os gráficos). Os outros problemas é que, numa equipe, todos não trabalham ao mesmo ritmo, mas não vejo solução para isso...

gamer_boy: Quais jogos você traduziu? Conte um pouco sobre as suas traduções.

YoBoY: Ler mais acima...

gamer_boy: Que jogos você ajudou a traduzir?

YoBoY: Wario Land 4 e vários projetos começados no grupo, mas que ainda não foram lançados.

gamer_boy: Teve alguma tradução que te marcou tanto como tradutor / usuário (ex: como tradutor, o jogo x por isso e aquilo e como usuário, um jogo do grupo tal, por causa disso e aquilo)?

YoBoY: Ainda não.

gamer_boy: Qual o status atual dos seus projetos? E qual o site oficial para informação e download?

YoBoY: O meu projeto está em alpha teste e o site oficial é o Pocket Traduction, mas também há informações no Player Advance.

gamer_boy: Tem algum projeto futuro em mente?

YoBoY: Mega Man Zero 3.

gamer_boy: Qual o sistema mais fácil e recomendado para aqueles que desejam-se iniciar no RomHacking? Quais foram os seus primeiros aprendizados com o RomHacking ?

YoBoY: Só conheço o GBA... Mas com ele não é muito difícil, não tem header para começar e existem muitas roms em que não há dificuldades para a tradução.

gamer_boy: Você já fez algum tutorial? Quais são os recomendadados?

YoBoY: Já fiz sobre o Table Manager do Hyllian (obrigado) e sobre busca relativa... Estou preparando também um tutorial sobre o Translhexion que eu utilizo...

gamer_boy: A nível de RomHacking, há algum sistema / vídeo-game de dificuldade mediana? Qual o tipo de técnica (ex: MTE, Huffman, LZSS) e critério para alcançar este nível?

YoBoY: Ainda não encontrei MTE (que sorte!!) nem Huffman, mas o LZSS sim (uma miséria!!). Para poder trabalhar com esses tipos de compressão é preciso ler muito e compreender como funcionam. Mas bom, certas pessoas tem dificuldades só para compreender as tabelas de caracteres... Essas podem parar logo e então focar-se só para a tradução de textos que outros conseguiram extrair da ROM (scripts de textos). Se fosse para dar níveis, o nível 1 é de poder encontrar e extrair textos (sem compressão, mas com uma tabela), o nível 2 os ponteiros, o nível 3 MTE e o último nível o resto. O mesmo pode ser feito para o hacking dos gráficos (só estou no nivel 1 com eles.)

gamer_boy: Você tem acompanhado a EmuScene / RomHacking Scene atualmente?

YoBoY: Estou sempre no meu grupo, no fórum da Traf, no IRC para ajudar os outros e no fórum brasileiro.

gamer_boy: O que você está achando do RomHacking Scene Brasileiro?

YoBoY: Muito bom. E os tutoriais também foram de uma grande ajuda para mim.

gamer_boy: E do RomHacking Scene Francês?

YoBoY: Também há grupos muitos bons aqui, mas muitos já são velhos... São poucos os novos.

gamer_boy: Você já se afastou da EmuScene (cenário da emulação em geral)?

YoBoY: Estou agora mesmo concentrado só na tradução e deixando de lado a emulação em geral... Não é a primeira vez e não vai ser a última.

gamer_boy: O que você espera da EmuScene e RomHacking Scene neste e nos próximos anos?

YoBoY: Que todos os jogos saiam já traduzidos e que a scene da tradução desapareça. Da emuscene, emuladores e catalogadores de ROMs que funcionem no meu computador. Do romhacking... Não sei bem...

gamer_boy: Você acha que o Brasil, a nível de RomHacking Scene, tem condições de se igualar aos grandes países? Quais os países e autores que você tem admiração / respeito pelo que fizeram / vem fazendo?

YoBoY: Nunca pensei que o Brasil fosse inferior, ao contrário, vocês tem tutoriais muitos bons, nunca fui ver os grupos americanos e só tenho admiração pelos grupos que conseguem traduzir RPGs...

gamer_boy: Diga algo para quem estiver lendo a entrevista.

YoBoY: Não se esqueçam de dizer obrigado a todas as pessoas que passam muito tempo traduzindo.
  Veja em artigo em formato PDF Imprimir artigo Enviar artigo

Navegação
Artigo prévio gamer_boy entrevista Ricardo Bittencourt Keitaro entrevista EmuBoarding Próximo artigo
Sites recomendados
Utilitários recentes
eXTReMe Tracker
Acessos:

Click here